A gravidade atrai os corpos
Quarta-feira, 22 de Junho de 2005
Denotação
De cada dia posso tirar um entendimento novo.
É o meu acto predador; é a minha vocação cumulativa.
Desse pecúlio, agregado ao ser e à insistência, alimento as forma mais prosaicas da intenção.

Que fugas ocorrem, então, no alojar das memórias sobre os factos, que fazem desiludir o medo e a contradição?
Que distúrbios se materializam quando, no firme suspiro da aurora, as invenções se tornam, de novo, sólidos artefactos do brilho?

Há, no diagnóstico dos deuses, algumas páginas que me são locais de escura interdição.
Não vejo nem sei.
Fenómeno entrincheirado em negação.
Lago profundo sem espelho nem maré.

Dá tanto gozo dizer como não dizer.
Melhor seria espalhar as letras pelo chão e deixá-las à mercê da ditadura do acaso e, dessa forma, obter surpresas que nunca o tivessem sido.
Formas e fórmulas para perceber que não há nada para perceber.
Encontrar, enfim, o significado no próprio rosto do desejo de significar.

Coragem seria a palavra certa para empurrar os nefastos sintomas.
Mas o deus das miseráveis gotas ficou à espera que chegassem os arautos da boa vontade.
Era necessário que se soubesse.

Fraco sentimento é o de não pensar para além da perfeita inviabilidade do dia.

amm


publicado por prólogo às 23:13
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De Anónimo a 24 de Junho de 2005 às 14:16
:-) Lindo!
"Melhor seria espalhar as letras pelo chão e deixá-las à mercê da ditadura do acaso e, dessa forma, obter surpresas que nunca o tivessem sido."
Quando tenho um tempinho para mim adoro vir aqui de mansinho e ler o que escreves... Saio sempre com o ar enlevado de quem os pensamentos flutuam etéreos bem para lá do quotidiano.
Gosto muito de me "encontrar" no que escreves.
Gostaria de fazer referência ao teu blog no meu pequeno universo se não te importaresRakieldo
(http://rakieldo.blogs.sapo.pt)
(mailto:rakieldo@netcabo.pt)


De Anónimo a 24 de Junho de 2005 às 11:37
E como não hão-de ser os dias inviáveis com o telemóvel desligado? Hum? Humpf!!!bastet
(http:/bastetbastet.blogspot.com)
(mailto:bastetbastet@sapo.pt)


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

Forma

Rasto

Eco

Conto

Adiamento

Vácuo

Longe

Surpresas

Ácido

Cansaço

arquivos

Março 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds