A gravidade atrai os corpos
Sexta-feira, 1 de Julho de 2005
Redundância
Faço todos os dias as mesmas coisas; repito até perder os mesmos gestos.
Máquina de ritmos, entro sempre no ciclo certo e esperado.
Cada dia é um dia que já vi e os seus sons são os companheiros do costume.
Nada de novo, portanto.

Seria assim o descrever do desencanto.
E porquê, se mais não faço que repetir o tédio mortal dos electrões?
Porquê gemer se este é o ritmo inerente a todos os corpos celestes?

A excepção do universo é a diferença.
De resto tudo é igual.
Tudo é uma forma fractal de outra coisa que o é também.
A repetição do costume, o costume de ser igual, a igualdade de repetir.

O sacrifício começa com uma criança a plantar uma árvore e a assumir a responsabilidade de a regar todos os dias.
Para quê?
Para que a árvore cresça.
Para quê?
Basta de perguntas.
Cada um terá as suas razões para querer que a árvore cresça.
Haverá mesmo quem apenas diga que gosta de ver as árvores crescer.
E isso é uma razão: essa vontade, esse desejo de não explicar.

O sol está a quedar-se no horizonte.
Outra vez.
Confesso que desejo que ele amanhã volte...

Onde é que eu já vi isto?

amm


publicado por prólogo às 20:01
link do post | comentar | favorito
|

3 comentários:
De Anónimo a 2 de Julho de 2005 às 14:43
Oi, olha curti bue o teu blog ta mt fx a serio e já agora vou te dar a noticia de k abriu uma nova template shop á uns mesitos e lá podes encontrar varios templates únicos feitos por nós, exclusivos para toda a comunidade blogueira tb podes encomendar um template que tenha mais a ver ctg ou mm um blinkie, um gif, montes de coisas para decorar o teu blog ok??ixto td podes ver em http://templatesbygt.blogs.sapo.pt .Beijos fika bem... PS: se puderes e se kizeres ajudar a ekipe da template podias fazer alguma publicidade a nossa template shop para que tds tenham o conhecimento que há sitios mt bons ond podem encontrar uma coisinha ou outra para ajudar a mimar o seu blog ok?? contamos cm a tua ajuda obrigada.francisco
(http://www.templatesbygt.blogs.sapo.pt)
(mailto:asturmas1@sapo.pt)


De Anónimo a 1 de Julho de 2005 às 20:38
Bem... Eu também já plantei uma arvore... Afinal ninguém se sente realizado se nunca tiver plantado uma arvore! ;) Adorei o que escreveste...pandyxinha
(http://complexus.blogs.sapo.pt/)
(mailto:pandyxinha@msn.com)


De Anónimo a 1 de Julho de 2005 às 20:25
Pareço uma formiguinha escondida na tua escrita de tão bela que é.
Quero crescer e parecer a tal arvore que me relatas, sem medo de sentir o crescimento normal á vida...Obrigado pelo apoio.
SomeoneSomeone
(http://tosomeonespecial.blogs.sapo.pt/)
(mailto:kpintas@hotmail.com)


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

Forma

Rasto

Eco

Conto

Adiamento

Vácuo

Longe

Surpresas

Ácido

Cansaço

arquivos

Março 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds