A gravidade atrai os corpos
Sexta-feira, 1 de Junho de 2007
Ácido

Nada tem que ser como eu tinha pensado.

Os frutos caem da árvore sem chegarem a perguntar porquê.

Circulam os afectos da mesma forma que a água pelos canais.

E nas sombras mais obscuras não se escondem monstros nem gemidos.


Aquilo que conta quando se fazem as contas sem fazer de conta, é o que se sente quando se sente.


Sobre o abismo que se avista do topo da montanha paira sempre a tonalidade húmida de um certo infinito.

O relativo abandono gera no coração uma vaga sensação de perda.

Como se nos confins onde custa a chegar fosse necessário um ar rarefeito.


Cada momento de azul que amanhece sobre o horizonte é uma dose suplementar de incerteza.

Vê-se, ao mesmo tempo que se ouve a monotonia dos passos a trilhar a areia, o rasto sistemático da repetição e a atracção sublime do espaço.

Não saber acaba por ser o destino mais natural.

Oculta sobre a névoa está a ambição e a prática corrente de comparar os sonhos.

Todos concorrem para afastar o pensamento do seu caminho.


Nem sempre chego ao topo com a mesma ansiedade.

Dias há que parecem claros e luminosos.

Aí, os sons são mais soltos e as verdades menos necessárias.

Cumprem-se os rituais e retoma-se o canto na dobra mais simples do mapa.


Um dia, quando, por acaso, se reunirem as condições especiais, vou pensar em todas as consequências de subir e descer esta montanha, sem que nada de sagrado me obrigue, a não ser esta genética que ocasionalmente conformou as moléculas emprestadas ao meu corpo.


Sísifo


tags:

publicado por prólogo às 18:41
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De moi a 9 de Junho de 2007 às 01:05
Olá.
Porque não apareces nunca?
Para escrever já estou disponível, às vezes.
Tem dias...
E, por falar nisso, um dia destes vou ser tua vizinha, em Montelav... pois é, estou de volta à escolinha.
Bjs. Dá notícias.


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

Forma

Rasto

Eco

Conto

Adiamento

Vácuo

Longe

Surpresas

Ácido

Cansaço

arquivos

Março 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds