A gravidade atrai os corpos
Domingo, 10 de Abril de 2005
Oportunidade
Faltava, no regaço da deusa que pousava para a eternidade, uma flor que quebrasse o excesso de alvura das vestes. O conselho de sábios, os consultores da altura, reuniu de emergência, como é costume os sábios reunirem, para encontrar a preciosa cor que faltava. Na sala encravada na ala esquerda do palácio, equidistante da cozinha e da biblioteca, rosnavam-se fundamentos, empenhados em destruir as cores dos outros mais do que em defender as próprias. Nada de inédito entre sábios ou consultores.

A deusa que pousava para a eternidade pode dizer-se que tinha todo o tempo do mundo. Nada alterava a sua serenidade. A brancura do seu rosto quase não se distinguia da brancura dos tecidos. E o sorriso era também branco.

Mais tarde, os consultores, que eram já netos dos netos dos consultores iniciais trouxeram ao pintor que era já neto do neto do pintor inicial um parecer quase definitivo sobre a flor que ficaria bem no regaço da deusa.

Entretanto o pintor que fora contratado para deixar na tela a eternidade da deusa, e que era já o neto do neto do pintor inicial, entretivera-se, tal como os seus predecessores, a reavivar as cores do quadro, deixando apenas o espaço para no regaço da deusa colocar uma flor.

Viram os consultores que as longas e sucessivas camadas de óleo tinham multiplicado inúmeras vezes a espessura inicial da tela. O pintor, neto do neto do pintor inicial, trabalhava agora em equilíbrio, apertado no escasso intervalo entre a espessa e pesada tela e o abismo da janela.

Quando o sábio mais sábio, neto do neto do sábio mais sábio, leu o nome da flor que seria colocada no buraco negro em que se tinha transformado sobre a tela o regaço da deusa, o pintor despenhou-se pela sua janela de oportunidade.

amm


publicado por prólogo às 12:27
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

Forma

Rasto

Eco

Conto

Adiamento

Vácuo

Longe

Surpresas

Ácido

Cansaço

arquivos

Março 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds