A gravidade atrai os corpos
Domingo, 24 de Abril de 2005
Obstáculos
Queria que já não houvesse desejo.
Exactamente! Que já não houvesse desejo.
Seja isso o que for: moléculas, estrelas ou fome. Tanto faz.

Isso porque eu queria sentir que me determinava.
Obviamente! Sentir que me determinava.
Seja isso o que for: escolha, impulso ou condição. Tanto faz.

Porque só me interessa lidar com a realidade.
Evidentemente! Lidar com a realidade.
Seja isso o que for: átomos, ideias ou sonhos. Tanto faz.

É lá que procuro a lucidez.
Como toda a gente sabe! A lucidez.
Seja isso o que for: saber, distância ou tempo. Tanto faz.

Porque quero mais que tudo a liberdade.
Como toda a gente quer! A liberdade.
Seja isso o que for: infinito, totalidade ou prazer. Tanto faz.

Tudo isto porque queria ser feliz.
Nitidamente! Queria ser feliz.
Seja isso o que for: saciedade, sono ou poder. Tanto faz.

Já que em qualquer caso nada tem importância.
É claro! Nada tem importância.
Seja o nada o que for: sol, lua ou buraco negro. Tanto faz.

amm


publicado por prólogo às 17:37
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

Forma

Rasto

Eco

Conto

Adiamento

Vácuo

Longe

Surpresas

Ácido

Cansaço

arquivos

Março 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds